Portugal encontra-se uma vez mais sob os olhares atentos dos investidores de Macau. Neste caso específico é Tróia (Setúbal) que está a atrair os milhões asiáticos, em especial o Casino de Tróia.

Segundo os últimos desenvolvimentos, a empresa Macau Legend Development pretende pagar 40 milhões de euros pela concessão do Casino de Tróia. A compra do casino será apenas parte do investimento visto que a empresa macaense está de olho no potencial turístico que a região de Tróia e Setúbal acarretam.

Se tal vir a suceder, e neste momento todos os indicadores apontam para que sim, será criada uma nova empresa denominada por Amorim Turismo, Aquarius e B&G. Segundo os números avançados pelos responsáveis da empresa, estima-se que sejam investidos um valor a rondar os 200 milhões. Incluídos nesses €200 milhões estarão dois novos hotéis e ainda um bloco de 60 apartamentos.

De qualquer modo, o investimento não ficará por aí visto que será também criada uma nova marina e outro hotel junto dela. O objectivo passa por fazer de Tróia um destino turístico integrado apelativo a mais turistas. Estas são algumas das palavras de Sheldon Trainor, administrador executivo da Macau Legend Development que afirma um alto interesse na cidade de Setúbal. Segundo as palavras dele e passamos a citar “este projeto ligará Setúbal e Tróia num único resort”.

A primeira fase do projeto terá início no primeiro trimestre de 2018, existindo ainda a expectativa de criação de três mil postos de trabalho; algo que vai dinamizar a economia na região e ajudar a fortalecer o mapa de jogo em Portugal.